quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Petscop - # It's Just a Game...?


Opa, galerinhos e galerinhas! Tudo bom? Estamos de volta com mais uma postagem pra foder tua mente! Hoje iremos explorar um jogo que infelizmente nunca poderemos jogar (ou talvez sim, espero).

O nome da pérola de hoje é PETSCOP. Um jogo simples de Playstation 1 que nunca existiu onde o objetivo é nada mais nada menos que capturar pets como um tipo de Pokemon misturado com Sonic pois tem alguns itens que você pega como se fossem moedas. O jogo foi feito por Garalina, uma empresa que nunca existiu também. Ou pelo menos nunca ouvimos falar dos dois até o começo desse ano. Seria simples se fosse nada mais que isso.

O jogo é postado no Canal de mesmo nome: Petscop. O primeiro vídeo foi postado no dia 12 de Março de 2017 e tem como descrição "The game I found". O autor dos vídeos é desconhecido, mas chamamos ele de Paul, pois este é o nome do save do jogo. Durante o vídeo ele parece se referir a alguém em específico, falando coisas do tipo "Quando você voltar a gente pode explorar esse jogo juntos", entre outras.

Okay, Merynho, mas o que tem de tão estranho nesse jogo? Começa que Paul diz que junto do jogo haviam 2 notas que diziam:

“EU DESCI AS ESCADAS E QUANDO CHEGUEI AO FUNDO, AO INVÉS DE PROSSEGUIR, EU VIREI A DIREITA E VIREI O HOMEM MONSTRO SOMBRA

13/6/97
Para Você:


Por favor vá para o meu website no adesivo e também vá para a sala do roneth e aperte start e aperte baixo baixo baixo baixo baixo direita start”




sexta-feira, 10 de novembro de 2017

família luizel mahker sara mahker uyhla mahker sylvia mahker strenio mahker mahker mahker mahker mahker

Opa, povos e povas! Tudo bom?
Hoje achei esse relato no Facebook e descobri que foi um relato ~real~ que mandaram para o Assombrado. Achei bastante interessante e resolvi postar aqui pra vocês não dormirem tão bem!

Espero que se divirtam!

"Conversando com a minha irmãnos lembramos de algo muito estranho que aconteceu com a gente em 2012.

Até então, a gente achava que tinha sido alguma brincadeira de alguém, mas relembrando dos fatos, chegamos à conclusão de que foi algo muito bizarro para ser isso...
Vamos aos fatos.

Era uma noite de outubro, nós estávamos fazendo uma festinha com alguns amigos aqui no quintal da minha casa - aquela coisa clássica de amigos reunidos, bebida, piscina de plástico cheia, música... Enfim.

Lá pelas duas da manhã, tivemos que desligar o som porque os vizinhos estavam reclamando do barulho (apesar de ser uma madrugada de sábado). Como não tinha mais nada pra fazer e todo mundo estava bêbado demais pra ficar parado, a gente resolveu entrar no Omegle para zoar com quem estivesse online. Pra quem não conhece, Omegle é um bate-papo em que você conversa com estranhos aleatórios usando a webcam. Você entra, começa o bate-papo e vai passando as pessoas, caso não queira conversar com alguma específica. O site sorteia alguma pessoa do mundo inteiro e coloca pra conversar com você.

Pois bem, lá estávamos nós, rodando no Omegle, procurando alguém bacana pra bater papo. Éramos em umas sete pessoas, todo mundo apertadinho na frente do computador pra caber na tela. Depois de passarmos por alguns caras exibindo seus órgãos genitais (isso acontece bastante nesse horário), continuamos rodando no site, até que paramos em uma pessoa. Aparentemente, era um homem, sentado de costas para a câmera. Ele estava em uma sala vazia e meio bege, com uma luz bem fraquinha. Nós começamos a gritar no microfone coisas do tipo "Cara, a câmera é desse lado, viu?" ou "Não dá as costas pra gente não, mané!" e, de repente, ele se virou.

Para nossa surpresa, ele estava usando uma máscara muuuuito bizarra. Parecia feita de gesso ou de cera, tinha dois olhos redondos pintados com grandes pupilas dentro, e a boca parecia um batom borrado. (Depois de um tempo que isso aconteceu, eu vi em outro blog umas fotos de halloween antigo, e encontrei uma máscara bem parecida com a desse cara. Está em anexo a imagem.) Nós começamos a brincar, falar que a máscara dele era bem assustadora, perguntando como ele tinha feito ou onde tinha comprado, mas ele não respondia. Apenas ficou parado olhando para a tela, e no máximo inclinava a cabeça para os lados. O áudio dele era um ruído indistinto, como se um ventilador estivesse ligado próximo ao microfone.


terça-feira, 5 de setembro de 2017

O Último Jogador de Active Worlds

Faaaaaaaaaala, galera! Tudo bom? Espero que talvez. Então, bixo, como eu já voltei com esta vibe de jojos e essas merda tudo de quem é jamer nerd e blá blá blá dá uns tiro ir prum lolzinho e PÁ, hoje vou falar de outra bosta dessas aí (mentira, mano, amo jojos eles são show de bola). Vamo que vamo, meu bom.


Active Worlds é um jogo de MMO online para PC de 1995 com o objetivo de criação de mundos e interação social, onde os jogadores podiam andar livremente, mas infelizmente com o tempo os desenvolvedores desistiram do jogo e os jogadores foram perdendo o interesse, com isso criando um Inactive World (alá, sacou o tracadalho do carilho, hein hein?).


segunda-feira, 4 de setembro de 2017

#Jogo: Agony

me imaginem assim Haha <3
Opa, meus bons! Tudo bom? Dei uma sumida mas foi tudo uma pegadinha do malandro. RÇ Mas caso alguém queira saber o motivo do sumiço é que eu estou sem internet em casa, então hoje aproveitei que tenho um tempinho em paz pra escrever pra vocês e vim dar um sinal de vida. E obrigada por todo o amorzinho no twitter!! Cês são pik! <3

Ah, e eu queria falar que o Adsense tirou os meus anúncios porque segundo ele eu não estou nos termos!!!11!!!Poxa, só uns massacres de leve e gente morrendo não tá nos termos? Fico muito triste quanto a isso. De qualquer forma, segue o bonde!


Agony é um jogo de terror um tanto peculiar. Se você pesquisar pelo jogo no youtube pode ver títulos como "o jogo mais perturbador que já joguei" e variantes. Isso é porque diferente de vários jogos que tem demônios e deuses da morte em sua história, Agony se passa num cenário muito maneiro: o inferno.
Em Agony você será uma alma que caiu no inferno porque provavelmente lia o meu blog sem nenhuma memória de seu passado e sua missão é encontrar a Deusa Vermelha que é o único ser que pode te ajudar nessa situação um tanto desconfortável (ou não).


domingo, 18 de junho de 2017

Troll Cat

Opa, galerinha! Turu bom? Merynho está de volta com novo computador, então sintam-se a vontade para me mandar algo no e-mail ou twitter para vir parar nesse site lindinho de doente!

O mundo é cheio de umas histórias bizarras, sejam elas com protagonistas humanos ou animais ou sei lá, chupa-cus. Não é só aqui no Brasil que temos umas histórias bizarras no folclore, e um exemplo muito bom disso é o Troll Cat, que vem lá do folclore escandinavo.


Troll Cat seria algo como um servo das bruxas. Ele pode vir parecido com uma bola ou bola de fios ou um coelho ou lebre e até mesmo na forma de um gato normal. A diferença deles é que quando o troll cat é no formato de uma bola é que mesmo que você mate ele não terá efeito na bruxa que o invocou, mas o que for mais parecido com um gato quando maltratado, a bruxa sentirá o mesmo.
Esses bichinhos peculiares roubam leite das vacas e levam para a sua dona, provavelmente uma bruxa, e colocam humildemente em suas vasilhas. Também roubam creme dos vizinhos e levam para suas casas.
Quando a bruxa morre o seu troll cat tem que ser enterrado com a mesma, se não for feito isso ela se levantará de sua tumba e perambulará pela terra até achar o seu bichano.